Conceitos iniciais da evolução: Jean Baptiste Lamark (1/2)

Jean Baptiste Lamarck

Darwin não foi o primeiro naturalista a propor que as espécies se transformam ao longo do tempo em novas espécies – que a vida, como diríamos agora, evolui. No século XVIII, , Buffon e outros naturalistas começaram a introduzir a idéia de que a vida não poderia ter sido a mesma desde a sua criação. Até o final de 1700, os paleontólogos haviam aumentado as coleções de fósseis da Europa, oferecendo uma imagem do passado em desacordo com um mundo natural imutável. E em 1801, um naturalista francês chamado Jean Baptiste Pierre Antoine de Monet, Cavaleiro de Lamarck deu um grande passo conceitual e propôs uma teoria completa sobre a evolução.

Lamarck começou sua carreira científica como um botânico, mas em 1793 ele se tornou um dos professores fundadores do Musée National d'Histoire Naturelle como um especialista em invertebrados. Seus trabalhos sobre classificação de vermes, aranhas, moluscos e outros seres sem ossos estavam muito à frente de seu tempo.

Girafa estensão do pescoço
Lamarck acreditava que os longos pescoços de girafas evoluiram por gerações a fim de alcançarem as folhas cada vez mais altas.
 

Alterações através do uso e desuso Lamarck ficou impressionado com a semelhança de muitos dos animais que ele estudou, e também com o crescente registro fóssil. Isso o fez argumentar que a vida não foi constante. Quando ambientes se alteraram, os organismos tiveram que mudar seu comportamento para sobreviver. Se eles começaram a usar um órgão mais do que o tinham feito no passado, este aumentaria durante sua vida. Se uma girafa esticou seu pescoço até as folhas, por exemplo, um "fluido nervoso" seguiria em seu pescoço e o tornaria maior. Sua prole herdaria o longo pescoço e o contínuo estiramento o tornaria ainda mais longo por várias gerações. Enquanto isso, os órgãos que os organismos deixaram de usar encolheriam.


Saiba mais sobre realidades e ficção de Lamarck.


Direita: Lamarck propôs também que os organismos foram conduzidos de formas mais simples para mais complexas.

Organismos Conduzidos a uma maior complexidade
Este tipo de evolução, para os quais Lamarck é o mais famoso hoje em dia, foi apenas um dos dois mecanismos que ele propôs. Conforme os organismos se adaptam ao seu ambiente, a natureza também os impulsiona inexoravelmente para cima a partir de formas simples para as mais complexas. Assim como Buffon, Lamarck acreditava que a vida tinha começado por geração espontânea. Mas ele afirmou que as novas formas de vida primitiva surgiram ao longo da história da vida; micróbios hoje eram simplesmente "as crianças novas no bairro".

Seta de Lamarck de complexidade

  •Cortesia da imagem de Lamarck de Dennis O'Neil, Palomar College. próxima página


Busca · Índice · Navegação · Direitos Autorais · Créditos · Contato
Entendendo a Evolução para Professores Início · Entendendo a Evolução Início

Veja outras opiniões do site Entendendo a Evolução

Tradução em espanhol do site Entendendo a Evolução para Professores da Sociedade Espanhola de Evolução Biológica.